Buscar
  • Silvia Sousa

Você tem alguma Ordem Recebida do Exterior parada no seu Banco há dias, semanas ou meses?

Este tipo de tratativa é muito comum nos grandes Bancos, isso ocorre porque você não é um cliente importante o bastante ou porque a pessoa que está cuidando do seu caso não sabe como proceder, não possui conhecimento suficiente para resolver a sua demanda cambial rapidamente.


Se neste meio tempo o gerente ou qualquer atendente disser que sua operação está sendo analisada pelo Banco Central, devo dizer que é melhor você ir procurar ajuda em outro lugar. Se você ainda não sabe, o papel do Banco Central é de fiscalizar as Instituições autorizadas a Operar no Mercado de câmbio e não analisar e liberar documentos.


As Instituições Autorizadas a Operar no Mercado de Câmbio é que são responsáveis por Analisar documentos, na sequência Liberar ou Negar uma operação Cambial. (leia e entenda mais sobre o papel do Banco Central no Mercado de câmbio aqui).


Eu sempre recomendo aos meus clientes que quando for receber algum dinheiro do Exterior, independente da Natureza e montante , primeiro, antes mesmo de passar seu canal Bancário para o Ordenante, conte-me mais detalhes deste recebimento, pois, dependendo do Motivo e valor, será necessário apresentar documentações adicionais para que de fato você possa receber este dinheiro, para que de fato possa realizar o câmbio e transforma-lo em reais em sua conta bancária aqui no Brasil.


Esta é a minha recomendação e também é a recomendação do Banco Central do Brasil. Uma vez entendida e analisada previamente sobre a pretendida operação Cambial, você receberá o aviso de Ordem Recebida e imediatamente poderá realizar o fechamento do Câmbio transformando a moeda estrangeira em reais na sua conta bancária. Pois você antecipou a entrega dos documentos e tudo se resolveu mais facilmente.


Mas na vida real, a maioria das pessoas se preocupam primeiro em fechar seus negócios com o exterior, que inclui variadas Modalidades como: serviços de informática e tecnologia, receber Investimentos estrangeiros, doações, venda imóveis para estrangeiros, rendimentos, etc, e deixam por último entender como de fato receber este dinheiro aqui no Brasil.


Saber antecipadamente qual documentação seria necessária para concluir todo o fechamento do Câmbio para qualquer recebimento de dinheiro de origem do Exterior é a melhor forma de agilizar a conclusão da Operação.


Eu não estou falando aqui de Operações Cambiais de pequeno porte, onde muitas delas nem se quer exige documentação adicional, mas estou falando das operações cambiais de médio e grande porte que ficam travadas devido a falta de entendimento das Instituições e pessoas envolvidas.


Quando falo de documentação adicional, refiro-me a documentação para fundamentar a Operação, como Contratos de Serviço, Invoice, Cartas, Documentos de decisões Judiciais, Contratos de Compra e Venda, de Investimentos, Participações.


Não devemos confundir a necessidade de documentos de praxe, de rotina, que são os documentos de Identificação e Capacidade Financeira com os Documentos de Respaldo da Operação, ou seja, que fundamenta e formaliza o motivo da Operação.


Se você está passando por situações difíceis e morosas em seu Banco ou Corretora de Câmbio, talvez você precise falar com pessoas que realmente entende de Câmbio para que possa resolver de vez a sua demanda Cambial.


Lembrando que sempre faço questão de dizer para todas as pessoas,


No Mercado de Câmbio, "tudo que é Legal é permitido"

Não existe restrição Cambial e sim Formalidade Cambial, que se resume em, Fundamentação Econômica, Legalidade e Respaldo Documental.

E por último e mais importante:

Prevalece sempre a Prevenção a Lavagem de Dinheiro e Financiamento ao Terrorismo.


Ter um assessor especialista em Câmbio faz toda a diferença.


Se você tem alguma dúvida, ou curiosidade sobre o Mercado de Câmbio, escreva para nós, isso nos ajudará a criar textos explicativos, artigos relevantes para que este Mercado torne-se menos complicado para todos!



113 visualizações0 comentário